| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Opinião Curitiba
Desde: 20/03/2009      Publicadas: 5719      Atualização: 25/09/2017

Capa |  Cidade  |  Conhecendo o Seu Bairro  |  Editorial  |  Educação  |  Espaço Cultural  |  Especial  |  Esporte  |  Estadual  |  Gastronomia  |  Geral  |  Jogo Rápido  |  Jurídica  |  Leia Mais  |  Local  |  Moda Estética & Beleza  |  Momento de Fé  |  Nacional  |  Opinião  |  Opinião Social  |  Passando a limpo  |  Recordar é Viver  |  Saúde  |  Segurança  |  Turismo


 Opinião

  06/03/2017
  0 comentário(s)


Distrações com crianças podem ser fatais no trânsito

Detran traz dicas que podem ajudar o condutor a redobrar os cuidados com crianças dentro do veículo

Distrações com crianças podem ser fatais  no trânsito

A rotina apressada, os deslocamentos constantes e alguns gestos e situações comuns do dia a dia podem fazer com que muitos pais percam a atenção no trânsito enquanto dirigem. O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) traz dicas que podem ajudar o condutor a redobrar os cuidados com crianças dentro do veículo.

“Dirigir exige disciplina. As crianças naturalmente já demandam a disposição dos condutores. Por isso, qualquer outra ação, mesmo que por poucos segundos, pode gerar acidentes fatais”, alerta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

As ações mais frequentes dos motoristas que causam distrações no trânsito são o uso do celular e do rádio, se alimentar ou beber enquanto dirigem, fumar, procurar objetos no interior do carro e até mesmo se maquiar. Todas elas são infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro e acarretam multa e pontuação na Carteira Nacional de Habilitação, além de aumentarem os riscos de acidentes.

A jornalista Melina Pockrandt lembra de um episódio que aconteceu com ela e a filha, Júlia, de um ano, e que trouxe um grande aprendizado. “Eu estava num dia corrido e saí para levar minha filha à escola quando recebi, no meio do caminho, uma mensagem que me deixou irritada. Perdi a concentração e, quando vi, estava na garagem do meu escritório, sem ter me dar conta de que não tinha passado pela escola”, conta. “Peguei minha bolsa e, por força do hábito, olhei no banco de trás. Minha filha estava ali, sentada na cadeirinha. Levei um susto e percebi o quanto a rotina é cruel. Ela poderia ter ficado no carro se eu não tivesse olhado para trás”, alerta.

Calor dentro do carro
Curitiba tem registrado desde o início do verão uma média mensal de 32.7°C de temperatura máxima, segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar). De acordo com um estudo do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de São Francisco, nos Estados Unidos, a temperatura dentro de um carro parado, exposto ao sol e com os vidros fechados, aumenta 80% nos primeiros 30 minutos.

Quando uma pessoa fica dentro de um veículo fechado, o oxigênio é gradualmente consumido e o nível de dióxido de carbono aumenta. O baixo nível de oxigênio leva gradualmente à sonolência e, com o alto nível de dióxido de carbono, a pessoa pode entrar em coma e morrer.

De acordo com o médico do Detran Dirceu Junior, no caso das crianças o risco de asfixia pode aumentar devido à falta de coordenação ou autonomia delas para tomar atitudes como abrir a porta ou as janelas. “Uma pessoa dentro de um veículo fechado pode ter uma insolação, que é o aumento da temperatura corporal devido à exposição ao calor. Ela é mais nociva às crianças por questões fisiológicas, que as levam a um ganho maior de calor e a uma menor taxa de transpiração”, explica Junior.

Se uma criança ou um animal de estimação for visto sozinho em um veículo sem ventilação significativa é necessário verificar se existe alguma porta aberta ou outra forma de acesso. Caso contrário, a pessoa deve acionar imediatamente a emergência do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

  Autor:   Da Redação


  Mais notícias da seção Março 2017 no caderno Opinião
28/03/2017 - Março 2017 - Como ser um empreendedor de sucesso?
Por Nicodemos Borges, Psicólogo, Mestre e Doutor em Análise do Comportamento pela PUC-SP e Especialista em Terapia Comportamental e Cognitiva pela USP...
03/03/2017 - Março 2017 - Como é saber escutar no mundo digital
Por Sulamita Mendes, especialista em comunicação e marketing, doutoranda em psicologia social e professora do Centro Europeu...



Capa |  Cidade  |  Conhecendo o Seu Bairro  |  Editorial  |  Educação  |  Espaço Cultural  |  Especial  |  Esporte  |  Estadual  |  Gastronomia  |  Geral  |  Jogo Rápido  |  Jurídica  |  Leia Mais  |  Local  |  Moda Estética & Beleza  |  Momento de Fé  |  Nacional  |  Opinião  |  Opinião Social  |  Passando a limpo  |  Recordar é Viver  |  Saúde  |  Segurança  |  Turismo
Busca em

  
5719 Notícias