| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Opinião Curitiba
Desde: 20/03/2009      Publicadas: 5719      Atualização: 25/09/2017

Capa |  Cidade  |  Conhecendo o Seu Bairro  |  Editorial  |  Educação  |  Espaço Cultural  |  Especial  |  Esporte  |  Estadual  |  Gastronomia  |  Geral  |  Jogo Rápido  |  Jurídica  |  Leia Mais  |  Local  |  Moda Estética & Beleza  |  Momento de Fé  |  Nacional  |  Opinião  |  Opinião Social  |  Passando a limpo  |  Recordar é Viver  |  Saúde  |  Segurança  |  Turismo


 Editorial

  24/10/2012
  0 comentário(s)


Editorial

No dia 7 de outubro a população brasileira vai novamente às urnas escolher prefeitos e vereadores. Significa que o eleitor estará elegendo aqueles que comandarão os destinos de sua cidade pelos próximos quatro anos, dai a importância do voto consciente. A sua decisão também será responsável por um futuro melhor ou pior para toda a população. Há, de maneira geral, um desinteresse da população em acompanhar mais de perto as propostas apresentadas pelos candidatos e, por consequência o trabalho desenvolvido pelo eleito. Parafraseando o filósofo Platão, "o preço a pagar pela tua não participação política é seres governado por quem é inferior".

Engana-se quem considera que todos os candidatos são iguais, que terá o mesmo efeito votar em qualquer um que se apresenta na disputa a um cargo público. Mal sabe esse cidadão que o seu voto é a arma mais letal contra a corrupção e falta de qualidade nos serviços públicos. Por isso da necessidade do voto consciente. Em primeiro lugar é preciso ter em mente que há diferenças entre os candidatos. E para distingui-las é necessário o mínimo de interesse pelas eleições. Afinal, é o seu futuro e o de sua família que está em jogo.

Procure conhecer a vida pregressa do candidato, se ele já fez alguma coisa por sua comunidade e de que maneira ele poderá contribuir para melhorar a qualidade de vida do seu bairro ou de sua cidade. Se interesse em saber quais são as suas propostas e plano de governo dos candidatos e se tudo aquilo que ele está se propondo a fazer vai de encontro com as necessidades da coletividade. Desconfie de tudo aquilo que for fantasioso, porque certamente não será cumprido.

Da mesma forma, não transforme o seu voto em uma mercadoria. Troca-lo por algum benefício ou espécie é ser conivente com a corrupção e com políticos mal intencionados. Imagine o seu voto como uma procuração, que dará poderes alguém representa-lo e tomar decisões importantes por você, seja na criação de leis, na execução de serviços ou administração do dinheiro proveniente de seus impostos.

Votar de maneira correta e consciente dá um pouco de trabalho, é verdade, mas é a melhor forma de garantir qualidade na política e de nossos representantes. O seu voto não tem validade apenas no dia das eleições. Ele lhe dá o direito de cobrar ações e atitudes daqueles que você escolheu para representa-lo no Executivo ou no Legislativo.

Construir uma sociedade melhor para vivermos depende de cada um de nós. Exerça o seu direito de cidadania: ouça, analise, critique, cobre seriedade e, acima de tudo, vote conscientemente.






Capa |  Cidade  |  Conhecendo o Seu Bairro  |  Editorial  |  Educação  |  Espaço Cultural  |  Especial  |  Esporte  |  Estadual  |  Gastronomia  |  Geral  |  Jogo Rápido  |  Jurídica  |  Leia Mais  |  Local  |  Moda Estética & Beleza  |  Momento de Fé  |  Nacional  |  Opinião  |  Opinião Social  |  Passando a limpo  |  Recordar é Viver  |  Saúde  |  Segurança  |  Turismo
Busca em

  
5719 Notícias